Imprensa internacional destaca ações de acessibilidade no Brasil

Portais de notícias da Alemanha e Holanda ressaltaram as medidas adotadas pelo País para integrar e dar acesso a pessoas com deficiência.

Faltando um dia para o início dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o Brasil ganhou lugar de destaque na mídia internacional. Dois portais de notícias, o fair-news.de, da Alemanha, e o verkeersbureau, da Holanda, ressaltaram as medidas adotadas pelo País na área de acessibilidade, integração e mobilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Ambos também focaram as iniciativas do governo federal nas instalações turísticas e avaliaram a acessibilidade dos hotéis, restaurantes e outros pontos turísticos para melhorar a mobilidade dos turistas. As publicações abordaram os projetos “Praia sem barreiras” e “Parque dos Sonhos” e a acessibilidade da cidade de Socorro, no município de São Paulo.

O jornal alemão destacou o projeto Praia sem Barreira, e o conceito de turismo acessível que simplifica a vida das pessoas com deficiência ou limitações, para o banho com cadeiras de rodas e profissionais qualificados no local. A iniciativa já foi implementada em outras cinco praias de Pernambuco – Praia do Sueste, Fernando de Noronha, Praia da Boa Viagem, Porto de Galinhas, Praia de Candeias e Praia de Tamandaré.

A cidade de Socorro chama atenção pela acessibilidade em quase 100% dos hotéis e telefones públicos que atendem deficientes auditivos. Além disso, a maioria dos bares e restaurantes possui menus em braile, e o ecoturismo e o turismo de aventura são acessíveis para turistas com deficiência ou limitações.

Já o Parque dos Sonhos, na divisa entre São Paulo e Minas Gerais, oferece cachoeiras, trilhas, rapel, arvorismo e outras atividades adaptadas para necessidades de pessoas com deficiência ou mobilidade limitada e conta com uma equipe de segurança para excursões e atividades.

“A Rio 2016 foi também uma oportunidade para aprimorarmos a acessibilidade do País, e essa repercussão potencializa a divulgação do Brasil, nossos projetos e condições para receber turistas estrangeiros”,ressalta o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz. O turismo acessível foi abordado por outros 15 veículos de comunicação dos dois países.

Para os Jogos Paralímpicos, são esperados  turistas estrangeiros do mundo todo e mais de 4 mil atletas paralímpicos.

Sede dos Jogos

Como o Rio de Janeiro recebe atletas, paratletas e torcedores brasileiros e estrangeiros, a cidade passou por uma série de obras e transformações, que ficarão como legado para a população, com adaptações feitas para idosos, crianças, pessoas com deficiência física ou motora.

Nas instalações das competições, foram incluídas rampas, escadas rolantes, sanitários acessíveis, elevadores, sanitários para cães e, nas principais arenas nas regiões da Barra da Tijuca e Deodoro, está disponível serviço de comentário esportivo descritivo.

Serão ofertados também serviços especiais de ônibus com estrutura para atender pessoas com deficiência nas quatro regiões olímpicas: Barra, Deodoro, Maracanã e Copacabana e diversas atividades de lazer no Boulevard Olímpico do Porto Maravilha e de Campo Grande.

Confira a matéria dos veículos alemão e holandês na íntegra.

Via: brasil.gov.br

Ainda tem dúvidas sobre o hotel, disponibilidade, nossas atividades ou sobre a idade do Alfredo, nossa lhama? Preencha nosso formulário de orçamento informando datas, números de pessoas, email e telefone que nossa equipe de reservas entra em contato com você!

Translate »
Fechar